Como evitar acidentes no banheiro


Escorregões, tropeços e quedas são os principais acidentes que podem ocorrer no banheiro.

A combinação de água e sabão cria uma superfície extremamente lisa possibilitando que, principalmente, idosos e crianças escorreguem com facilidade sofrendo muitas vezes lesões gravíssimas.

Mesmo sendo iminente, com alguns cuidados, é um risco que pode ser evitado, mas para isso é preciso seguir algumas medidas de segurança.

9 dicas para evitar acidentes no banheiro

Como evitar acidentes no banheiro

Veja abaixo uma relação de cuidados que podem auxiliar na prevenção de acidentes no banheiro:

1 – Portas

É quase impossível ficar totalmente de olho, principalmente quanto às crianças.

Sendo assim, uma alternativa é manter a porta sempre fechada.

Já passei pela situação de uma criança ficar presa no banheiro, pois a maçaneta estava com defeito. Depois disso verifiquei que seria interessante instalar uma “trava de segurança na porta”, inclusive retirando a chave da mesma.

Além disso, se houver algum idoso na casa com problema de memória, essa atitude pode evitar que ele também fique preso.

2 – Piso

Prefira um piso antiderrapante e caso não seja possível utilize tapete de borracha, lembrando que o mesmo precisa estar corretamente fixado no piso.

Durante a limpeza, não esqueça de usar calçados adequados.

3 – Iluminação

Uma boa iluminação é fundamental, principalmente se há idosos na casa, pois sua idade avançada necessita de auxílio.

Podemos encontrar no mercado diversos produtos para auxiliar em nossa segurança diária.

Talvez você já tenha se deparado com a fita adesiva luminosa, por exemplo. Ela brilha no escuro e pode ser utilizada para auxiliar no deslocamento noturno, não apenas de idosos, mas servira para todos na casa.

Outra opção, pode ser a aplicação de iluminação automatizada que funciona por meio de sensores, sem a necessidade de interruptores. 

Além do mais, traz economia também, tendo em vista que irá acender somente mediante a presença de alguém no local.

4 – Choques elétricos e queimaduras

Choques elétricos podem ser fatais, sendo assim é fundamental que os equipamentos estejam devidamente aterrados.

Além disso, há muita umidade, o que colabora significativamente com a chance de ocorrer um choque elétrico.

Não deixe aparelhos elétricos conectados às tomadas ao sair do local e aplique protetores de tomadas.

A água quente pode ocasionar queimaduras, principalmente em crianças. Uma maneira pratica de verificar a temperatura da água é colocando o antebraço na mesma, verificando assim se ela está morna.

Com relação a iluminação, mantenha a mesma bem focada em pontos estratégicos da casa como escadas, portas principais, pia do banheiro, etc.

5 – Box ou Banheira

Em geral, as banheiras são produzidas em porcelana ou acrílico.

Elas possuem um formato, geralmente arredondado, que pode facilitar a queda do usuário independentemente de sua idade, tendo em vista que se trata de um material escorregadio.

Há registros de diversos afogamentos ocorridos em banheiras, geralmente com crianças, pessoas com deficiência ou idosos com limitações.

Sendo assim, não deixe que fiquem sozinhos ao utilizar a banheira.

Outra alternativa é a colocação de um tapete de borracha antiderrapante dentro da banheira.

O box deve ter vidro temperado ou cortina plástica, além de barras de apoio que colaboram com a segurança dos usuários. Além disso, é mais simples e proporciona maior liberdade de locomoção.

6 – Espaço físico

Devemos pensar na possibilidade de haver duas pessoas ao mesmo tempo no box do banheiro como cuidadores, por exemplo. Daí a necessidade de um espaço mais amplo.

Não apenas isso, mas um espaço maior proporcionará maior liberdade de movimentos evitando batidas contra outros objetos presente no local.

7 – Barras de segurança

As barras de segurança ou barras de apoio são equipamentos que servem para auxiliar as pessoas na utilização do banheiro em geral.

Antes de efetuar a instalação de determinado equipamento é necessário seguir algumas regras que estão descritas em normas técnicas específicas, como o caso da NBR 9050, que dispõe sobre a Acessibilidade a Edificações, Mobiliário, Espaços e Equipamentos Urbanos.

8 – Vazo sanitário

A criança quando pequena possui o peso da cabeça proporcionalmente maior do que o corpo, influenciando em seu equilíbrio.

Sendo assim, procure manter a tampa do vazo sempre fechada, pois além de colaborar com a higiene do local, evitará que crianças entrem em contato com a água do sanitário e também pode evitar um afogamento.

Jamais utilize o vazo sanitário como suporte. O mesmo é feito de porcelana e o peso do indivíduo pode ocasionar sua quebra. Caso isso ocorra, suas partes pontiagudas podem ocasionar ferimentos fatais. 

9 – Móveis

Mantenha os móveis com travas de segurança evitando, principalmente, o acesso de crianças, pois podemos encontrar no banheiro, além de produtos de higiene e limpeza, remédios e objetos cortantes.

Além disso, não esqueça de manter os cantos protegidos.

Conclusão

Evite deixar uma criança sozinha no banheiro e não a perca de vista por um segundo, pois pode ser o suficiente para acontecer algo grave.

Se gostou das dicas e acredita que elas possam ser úteis a outras pessoas, compartilhe. 

Obrigado pela leitura!


Deixe o seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *